Tags

  1. How About You? – Frank Sinatra – Songs for Swingin’ Lovers (Como o saudoso olhos azuis, também gosto de uma música de Gershwin… E você?)
  2. I Don´t Mind – The Who – The Who Sings My Generation (O disco de estréia do Who é uma rendenção apaixonada e poderosa ao R’n’B norte-americano e esta cover de James Brown é o melhor exemplo do disco. Notem o quanto Roger Daltrey tenta soar como o Godfather of Soul.)
  3. Shadrach – Beastie Boys – Paul’s Boutique (Esta música é uma das melhores formas de mostrar como samples podem resultar em exuberância e extravagância comprimidos em menos de 4 minutos. Milhares de referências simultâneas fazendo uma música única.)
  4. That’ll Be The Day – Buddy Holly & The Crickets – The “Chirping” Crickets (A síntese de uma música pop perfeita: uma melodia assobiável, refrão pegajoso, solo conciso e direto. Não é à toa que os Beatles fizeram cover desta música em suas apresentações para a rádio BBC)
  5. Light Nights- Paul Weller – 22 Dreams (Este belíssimo Folk com toques Celtas é o cartão de entrada para a grande viagem caleidoscópica do disco mais recente de Paul Weller.)
  6. Oh, How To do Now – Monks – Black Monk Time (a mais estranha das músicas de uma das mais bizarras bandas que já surgiram no universo pop. É quase um mantra perverso repetitivo, com guitarras cortantes em meio ao baixo pulsante e um órgão toscamente tocado pelos avôs de Jon Spencer Blues Explosion e toda a cena de rock garageiro underground. Detalhe: os integrantes se vestiam de monges nos shows!)
  7. Lazy Me – Moby Grape – Moby Grape (uma das várias pedras preciosas que compõem um disco clássico e subestimado dos anos 60.)
  8. White Winter Hymnal – Fleet Foxes – Fleet Foxes (O disco de estréia desta banda americana é uma coleção de folks pastorais, vocais que passeiam entre o gospel e as harmonias vocais à lá Beach Boys e climas etéreos. Esta música é a melhor representação destas características.)
  9. I’m Not Your Stepping Stone – Paul Revere and The Raiders – Midnight  Ride (um belo exemplar de rock de garagem sessentista que infelizmente ficou soterrado na história. Quero ver quem me punirá por este ato de necrofilia após ouvir esta preciosidade.)
  10. Money Won’t Change You – Aretha Franklin – Lady Soul (uma crítica ácida e bem-humorada de relacionamentos amorosos feita em um funk cheio de energia e, como sempre, com um vocal poderoso e magistral da grande diva do soul.)

Download: http://www.mediafire.com/?9lztsgndzyb

Anúncios